Parede do hostel Zus & Zo, um dos mais moderninhos de Paramaribo. Os sadhus meditam quase todo o ano. Mas também jogam conversa fora. Totem no Stanley Park, em Vancouver.

Últimas Postagens


Kaieteur Falls: a Guiana vista de cima

Confesso que durante algum tempo gostei muito de fazer o que hoje recebe o nome (cafona, aliás) de “turismo de aventura”. Não pelo esforço em si – afinal de contas, esporte e exercícios nunca foram meu forte – mas pela paisagem de alguns lugares e pela experiência. Já percorri a exaustão dos 4 dias da Trilha Inca até Machu Picchu, dos 3 dias descendo o Canyon Colca, além da travessia no Parque Canaima até o Salto Ángel, na Venezuela, Lapinha e Tabuleiro, dentre outros. Hoje, com a idade dando os primeiros alôs, confesso que a preguiça, a frescura e a […]

LEIA MAIS


Se as paredes do hotel Sveti Stefan falassem….

Acordar, tomar um belo café, dar uma alongada, pegar uma toalha, antecipar um coquetel às 10 da manhã sem culpa, dar umas braçadas no mar turquesa…tá difícil? Arremate com um seríssimo banho de sol, porque o bronze não pode ser esquecido. A rotina do viajante desavisado em Budva pode trazer níveis de ócio incuráveis. Aliás, Montenegro é um convite à inércia, como já falamos por aqui.  Parece papo de milionário, mas não é. Esse pedaço do litoral Adriático,é ainda um destino acessível para todos os bolsos, mas a história não foi sempre assim… Sveti Stefan: a ilha de Caras dos […]

LEIA MAIS


Georgetown: o (quase) tedioso turismo na capital da Guiana

Como falei no último post sobre o país, visitar a Guiana implica em fazer um turismo que pende mais às aventuras na selva amazônica do que uma experiência urbana, em que é possível desvendar cidades, museus e a herança histórica. Georgetown, a capital, é uma cidade tranquila, de pouco mais de 200 mil habitantes que, embora já dominada por ingleses, franceses e holandeses, perdeu quase todo patrimônio histórico e arquitetônico erguidos em suas ruas. Na época de sua colonização, os prédios públicos eram feitos essencialmente de madeira local que sucumbiram facilmente às ações do tempo, à má preservação e aos […]

LEIA MAIS


VEJA MAIS LUGARES QUE VIAJAMOS

facebook instagram vimeo youtube pinterest